Cinema e Carnaval: 28 dias foram poucos para fevereiro

Mal termina o Carnaval e Esperança continua respirando cinema. Agendado desde o ano passado, o Cine Sesi Cultural se preparava para terminar a temporada 2014/2015 por aqui. Assim, além do “cinema de graça no interior”, uma oficina nos foi oferecida. A contrapartida do município para ambos seria local e lanche para os oficinandos, energia para iluminar o ambiente e a tela de 5x12 metros, eletricista, alguns servidores que, em qualquer hipótese estariam ligados: Carlos Almeida e Evaldo Brasil, que serviriam de cicerones para as equipes.

Em 22 de janeiro, uma palestra exposição de curtas de animação, filmes produzidos em diversas técnicas, a exemplo da que usaríamos na oficina, de 26 a 31 de janeiro, onde animamos em stop-motion Boneca de Pano, sob a coordenação de Enzo Giaquinto, Nara Normande e Renata Claus. Depois deles viriam Luiz, Fernando, Ted, Evaldo e equipe para divulgação e exibição de filmes.

Passado o Carnaval, fechando o grande mês de 28 dias, entramos em março com A Era do Gelo 4 sendo exibido para centenas de crianças, no Campo da Rodoviária. No sábado, A Busca arrancou aplausos de quem esperou até o final do drama de ação, vez que a distribuição de pipocas foi além dos mil e duzentos pacotes previstos, começando o filme um pouco mais tarde. As quinhentas e vinte cadeiras não foram suficientes, houve quem esperasse alguém sair. Na estreia, Cine Holliúdy, comédia em cearês e legendada em português, matou-nos a saudade do antigo São José, e para alguns, do São Francisco, até.

Alberto Negão Cavalcante, que antes de seguir para São Paulo na juventude trabalhara como projecionista do antigo cinema de Esperança, não continha a emoção em reviver esses momentos. A criançada, por sua vez, reagia às cenas das mais cômicas as insinuantes, principalmente com o riso. Os adultos não se continham e os jovens recebiam a novidade entre espanto e indiferença.

O nosso curta Boneca de Pano, O Sino da serpente do Reino Encantado (ou A mentira mais bem feita que Chicó inventou), Pimenta, A menina-espantalho, Leonel pé de vento, além de campanhas educativas e institucionais foram exibidos durante os três dias antes dos longas-metragens, mexendo com a sensibilidade da plateia.

Comentários

Destaques

Arquitetura | Esquina de Bento Torres | AM

Registro | Alagamentos 2011 | CAPU*

Especial | Símbolos Municipais 3 | LG*

Registro | Alagamentos 2017 | CFCC*