C49-184 | A-2 Titico Celestino

O genial e carismático Professor Pardal


Titico tocava em festa
Inda mais durante a missa
Todo o talento se presta
Isso nele era premissa
Cooperar na liturgia
Orgulho em toda liça.

Casado com Juliana
E pai de Dona Inacinha
Levou uma vida honrada
Estando longe de rinha
Soube fazer a política
Tino pra isso ele tinha
Inda mais se bem pratica
Na vida reta, na linha
O bem que dera fama

O homem empreendedor

Genial desde menino
Experimenta ao espiar
Na oficina do pai
Instrumento a tocar
A popular serafina
Laboratório sem par

Expert em mecânica

Criara um carro de som
A divulgar seu cinema
Realizou espetáculos
Inventando estratagema
Se destaca ao violino
Musicar era o seu lema
Agregado a sua esposa
Tinha ao lado um poema
Isso então engrandecia
Com Juliana poderia
Organizar belo esquema

Pode criar os bons filhos
Realizar-se na oficina
Orquestrar a sua vida
Formar a bela menina
Educar quem precisava
Socorro em obra-prima
Se prestando a ajudar
Orgulhou esse lugar
Registrando sua sina

Para manter-se ativo
A sua casa era cheia
Realizava o presépio
Da esposa, dava ceia
Às visitas em seu lar
Lugar onde paz semeia.

Evaldo Pedro da Costa Brasil
(Esperança, 18 de dezembro de 2014)

Comentários

Destaques

Arquitetura | Esquina de Bento Torres | AM

Registro | Alagamentos 2011 | CAPU*

Especial | Símbolos Municipais 3 | LG*

Registro | Alagamentos 2017 | CFCC*