C49-176 Carnaval 2025 (I) Das Ala-Ursas


(De como me projeto ao Ano Centenário)

I
As notícias do futuro
Já começam a ser contadas
É verdade, eu te juro
Nas que já são praticadas.
Veja o caso das Laúnça’
Que começou na bagunça
Hoje estão organizadas.

II
Um zilhão de brincantes
Concorrendo a uma motoca
Coloriram os horizontes
Vinh’ aos monte’, das maloca’
Na tarde deste domingo
Atraindo até os gringo’
Gerando muita fofoca.

III
Os critérios mais que claro’
Mas nem todos obedece’
Fazem as coisas no faro
E no rebaixo padece’
Todo ano tem um caso
Jogo fundo, jogo raso
Nesse laço todos cresce’.

IV
Ursa extinta está presente
Nessa representação
Urso primo se esquente
Tem lugar nessa função
Coala, panda e negra
Até uma espécie grega
De joelho’, em oração.

V
A máscara mais barata
Foi a grande campeã
Uma com rabo de rata
Dançando feito cancã
Na motoca não voltou
Mas uma TV ganhou
Como vice-campeã.

VI
Unidos da General
Ganhou como Coletivo
E o Morro do Carnaval
Levou seu aperitivo
A melhor coreografia
Em respeito à alegria
Aos Filhos do Juvenal.

VII
Unidos da Quero Mais
Chegando meio por fora
A turma que sabe e faz
O GRES da Última Hora
Mostrando que é capaz
Voltando com muita paz
No Conjunto chega à glória.

Evaldo Brasil, 130314

Comentários

Destaques

Arquitetura | Esquina de Bento Torres | AM

Registro | Alagamentos 2011 | CAPU*

Especial | Símbolos Municipais 3 | LG*

Personagem | Bispo Francisco Menino | BJTH*